26 COMENTÁRIOS

    • Talvez a resposta comece com algumas perguntas “Por que você não tem amigos ou namorada? Será que de alguma forma você afasta as pessoas? Tem dificuldade de se relacionar? Como você pode mudar isso?”. Também é importante pensar que deve se aproximar de pessoas que possam te fazer bem e ter amizade saudável. Primeiro pense no que gosta ou poderia gostar, que sente que você possa compartilhar e ter afinidades com alguém. Uma opção são Grupos de pessoas, como:
      • Grupos de esporte – Por exemplo pessoas que gostam de fazer trilhas, nesse caso existe o clube de montanhismo. Ou pense e procure ver outras coisas que você possa se identificar, existem muitos Grupos de esporte ou lazer que você pode conhecer pessoas bacanas.
      • Grupos de espiritualidade (religião) – existem em todas as religiões ou filosofias Grupos com que você pode se sentir a vontade e parte daquelas pessoas.

      A dica é “para ser feliz, é importante se esforçar”. Isso quer dizer que é preciso você “se conhecer, correr atrás daquilo que possa te fazer bem e feliz”. Muitas vezes é fundamental o acompanhamento com psicólogo nesse processo, precisando de tempo e continuidade de tratamento.
      Abraço!

  1. Sinto um vazio e não sei como preencher, não tenho certeza se um amigo ou namorada também preencheriam esse vazio. Isso é comum quando se é adolescente?

  2. Ènormal um ser querer esta sozinho não consegui adaptar com as diferenças das outras pessoas sempre começar relacionamentos e simplesmente afastar se inventa motivos….

    • Edna,
      é importante entender melhor o que está acontecendo… para isso é indicado o acompanhamento com o psicólogo

      abraço!
      Psicóloga Michelli Duje

      • Solidão às Solidão às vezes é bom……. Mas as vezes incomoda é estranho ela.não.querer conviver com pessoas e achar desagradável ..conversas com ela.

  3. Enfrentar a solidao é algo um pouco dificil, mas ela habita em nós mesmo, e ninguem é digno de segura-la até ao fim da vida. O importante ê sentir voce mesmo como o “todo”

  4. Ando tendo esses sentimento é muito ruim.. tenho muita vontade de tirar isso dr mim, acho que sinto isso por causas de alguns fatos desagradável e traumático que passei no decorrer DQ minha vida .

    • Silvanete,

      Imagino que deve estar sofrendo muito com essa situação…. Mas acredito que tem um ponto positivo que você escreveu, você diz que acha que já sabe da onde vem esses sentimentos…. isso é um ótimo começo. Primeiro tem que identificar o que está causando essa sensação para poder enfrentar as feridas abertas. Agora talvez seja o momento de tentar cicatrizar, aos poucos, dentro do seu tempo…. O que você imagina que precisaria acontecer ou fazer para conseguir começar a lidar com isso? Como será que você pode superar essas questões? Caso isso seja difícil fazer isso sozinha, busque acompanhamento profissional com o psicólogo.

      Abraço!

      Psicóloga Michelli Duje

  5. Me sinto tão só ultimamente , mesmo cercado de pessoas…. Tenho uma noiva estou perto de me casar etc…Estou vivendo uma vida estressante , trabalho , casa , noiva e pessoas que não me compreende .As vezes me acho um lixo , um zé ninguém mas o mais dificil ni guém consegue compreender isso. Também não sei se é porque já tive , Sindrome do Pânico .. Já me tratei com alguns remedios , Excilex e Rivotril …. Mas sei lá as vezes pego eu mesmo me xingando de lixo , burro , só fez as coisas erradas… Sei lá complicado.

    • Wellington,

      Parece estar sofrendo muito com essas situações.
      A sua vida está em transição, uma mudança que é o casamento. Parece que você é muito crítico consigo mesmo, e provavelmente é ansioso (já que teve a síndrome do pânico, que costuma atingir pessoas ansiosas)… é preciso trabalhar as expectativas, a autoestima (que está baixa), e principalmente entender o que causa todos esses sintomas, e como superá-los.
      Não espere, vá em busca de tratamento com o psicólogo (na época da síndrome do pânico também era fundamental fazer acompanhamento com o psicólogo) e o Psiquiatra.

      Atenciosamente,

      Psicóloga Michelli Duje

  6. Casei e me mudei. Onde moro somos eu, meu marido e minha filha. Ele vai trabalhar, ela vai estudar e fico sozinha em casa estudando para concurso, caí em uma depressão e não consigo sair, ele não entende, me chama até de louca. Tenho vontade de ir embora e largar tudo. Nunca me senti tão sozinha e não estou com uma boa autoestima para conversar com ninguém, não estou feliz. Me ajuda.

  7. E quando a razão dessa solidão aparece justamente por conta da familia? Antes, era uma pessoa mais alegre e espontanea, como o passar do tempo percebi que demonstrar minha emoções de certa forma passou a ser sempre ser alvo de criticas e julgamentos, com o tempo decidi me fechar cada vez mais e hoje em dia me sinto sufocada e estou mudada, mesmo que tivesse uma conversa com a minha familia acho que eu mesma não conseguiria voltar a ser quem eu era.

  8. Ando me sentindo assim. Eu sempre fui muito tímida sempre tive poucos amigos. E agora sinto como se oque eu sentia por esses amigos tivesse mudado. Fico pensando que eles não gostam mais de mim. Tive uma decepção amorosa a pouco tempo. Eu tenho dificuldade de falar para as pessoas oque eu sinto. As vezes converso comigo mesmo imaginando estar falando com a pessoa em questão mais ai chega na hora e eu não consigo dizer oque to sentindo. Tenho medo vergonha… não to sabendo lidar com isso.

  9. Bom posso estar rodeada de conhecidos,colegas mas sinto angústia, vazio,não tenho ninguém pra conversar me sinto sulfocada,tbm sinto uma tristeza profunda sem motivo aparente (ha mais de um ano),um estresse tão grande que tem me atrapalhado até no meu trabalho,estou anciosa engordei 8 kg só esse mês ,as vezes choro atoa como se nao tivesse mais controle sobre as emoções, às vezes até desejo suicida,meu vazio nada preencha,nada me completa ja tentei várias coisas pesquisei tentei e nada ,acho q estou precisando de ajuda,o que posso fazer ou procurar ?

  10. Fui casada por 20 anos, me separei faz 16 meses, minha família mora em outro estado e meus pouquíssimos “amigos” se afastaram. Me sinto como se estivesse num luto sem fim. Um luto pelo casamento que acabou, pela minha juventude que passou, pelo tempo perdido que jamais conseguirei recuperar. Não tenho vontade de sair de casa, nada me chama a atenção, não sei o que é sentir alegria há muito tempo. Sei que preciso de ajuda profissional, Mas infelizmente não tenho como pagar. Tenho tentando reverter essa situação, mais não estou tendo sucesso. Esses sentimentos são muito fortes.

  11. Tenho 44 anos, Fui casada por 15 anos, me separei pq nao tinha mais um marido, acool acabou com o sexo, no final do relacionamento me envolvi e percebi q estava apaixonada por um cafajeste manipulador, durou 4 anos.Ate hoje este infeliz me chama morena linda q adoro, e acabou de se casar. Fiz terapia consegui me livrar e deixar lo. Hoje sinto q sofri e ainda tenho feridas e medo de não encontra um namorado íntegro e ser amada. Puxa olho e sei q sou bonita profissionalmente bem, duas filhas lindas. Tento me emancipar me encontrar mais me sinto sozinha. Quero viajar sozinha mas conhecer mas não sei por onde começar . São tantas emoções q estou com medo.

  12. Me sinto muito sozinha quando não estou próxima dos meus parentes e dos meus irmão. A impressão que tenho é que minha vida só faz sentido quando estou com eles. Quando fico só em casa, bate um sentimento horrível, só fico com vontade de chorar, não consigo ter nenhuma reação. Não sei oq posso fazer pra passar esse sentimento.

  13. Sinto medo do futuro, medo de nunca encontrar alguém, já tive namoradas mas sempre saio machucado do relacionamento, medo da velhice do desconhecido, sinto um vazio profundo

  14. Me sinto sozinha,sempre fui timida fechada,dificuldade de fazer amizadades.As pessoas que gosto nao gostam de mim,tenho complexo de inferioridade desde pequena sempre fui acima do peso,hoje peso 109kl com 22 anos,nao tenho vontade de sair de casa,e nao me aceito.

    • Valéria, somos duas. Algumass pessoas ja disseram que sou especial, e na hora eu fiquei realmente feliz. Mas tudo isso passa, e novamente me vejo trancada no meu quarto passando o dia (Quando não estou no trabalho) no computador jogando. Sou adolescente, tenho quase 18 anos, e vejo fotos de meus antigos amigos saindo juntos e se divertido, mas não sou mais capaz de sair com eles pois eles me desprezam pela minha personalidade tão diferente da deles. Não tenho auto estima nenhuma, sinto que sou um erro no mundo e sinto que ninguém é capaz de me encontrar, ou ninguém nunca vai querer isso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome