Fazer tudo pelo outro pode gerar muitos problemas

A pessoa que tem “costume” de ser muito prestativa e pró ativa (“deixa que eu faço”) deve ficar atenta para que esse “seu jeito de ser” não se torne um problema. Esse comportamento pode:

  • Gerar um sentimento no colega ou familiar de que não é capaz. A pessoa precisa perceber que é importante deixar os outros também fazerem as coisas e mostrarem que conseguem sem a ajuda dela.
  • Ser uma tentativa de controle, gerando frustração para a própria pessoa que tenta resolver tudo sozinha. Lembrar que sempre haverão situações que fogem do controle. 
  • Assumir muitas coisas traz a ilusão de que tudo depende da pessoa. Pode deixar o colega, amigo ou familiar acomodado e “preguiçoso”, em que ele passe a exigir da pessoa coisas que não dependem dela, gerando conflitos na relação profissional ou pessoal.

             Para se ter uma relação saudável é essencial a divisão de trocas e de responsabilidades. Seja na amizade, família, casal, … é importante o equilíbrio entre carinho, respeito, dedicação… As pessoas devem repensar quando um dá demais e outro dá pouco.

         É indicado o acompanhamento com o psicólogo caso comece a ter problemas, trazendo conflitos mais intensos ou frequentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome