Entender o que está levando a se alimentar compulsivamente / Controle alimentar

            Muitas pessoas comem de forma descontrolada. Essa compulsão pode ser provocada por vários motivos:

  • Dificuldade em lidar com as emoções, sejam elas boas ou ruins – seria uma tentativa de não encarar e lidar com os sentimentos. Ao comer, a pessoa desvia e tira o foco das emoções.
  • Hábitos alimentares – Qual a frequência que a pessoa faz as refeições, quais os alimentos que escolhe, quando se alimenta está em que estado emocional? Tranquilo ou agitado?
  • Significado de comer – De forma inconsciente, cada um constrói o significado sobre a alimentação, sobre as refeições. Por exemplo: se a pessoa acredita que comer traz felicidade, quando ela estiver triste ela pensará inconscientemente “estou triste, então vou comer”. Crenças assim podem levar a compulsão alimentar.

Escrever sobre as emoções e alimentação ajuda na autopercepção, ajuda no autocontrole no dia a dia, a entender o que a leva a comer de forma descontrolada.

Os passos são escrever um diário alimentar, relacionando as refeições com situações e emoções do dia. Fazer relação com os itens abaixo:

  • O que comeu (quais alimentos?)
  • Acontecimentos do dia (bons e ruins). Quais sentimentos e pensamentos “surgem” com esses acontecimentos (tristeza, frustração – “eu não faço nada direito”, …)
  • Reações físicas do dia, como agitação, palpitação, falta de ar.
  • Horários que se alimenta compulsivamente – manhã, tarde ou noite (são momentos que a pessoa está sozinha? Sente estressada? Pensa nas frustrações? Sente tristeza e desânimo? Pensa nas dificuldades financeiras, familiares? Porque não consegue relaxar? …)

A pessoa pode ficar mais consciente dos seus comportamentos com a reflexão. Ela pode entender o que tem provocado a ansiedade e conseqüentemente o ato compulsivo. A partir disso é possível reconhecer e enfrentar aquilo que não está legal (questão emocional), dar um novo sentido para a alimentação e criar novos hábitos.

É indicado o acompanhamento com o psicólogo e o nutricionista para realizar essas etapas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome