O que leva a pessoa a trair? / Infidelidade e dificuldades emocionais

Podem ser vários os motivos que levam uma pessoa a trair a sua namorada / marido. É comum que o desgaste do relacionamento no dia a dia seja um deles. O casal tem que aprender a lidar com alguns desafios:

  • As frustrações e desentendimentos do casal – nem sempre o companheiro vai agir ou ser do jeito que a pessoa gostaria. É preciso lidar com as expectativas, porque ninguém é perfeito.
  • As responsabilidades – Quando casados, é preciso organizar a casa, programar o pagamento das contas. E caso tenham filhos, o casal deve entrar em acordo sobre a educação da criança.
  • A rotina – É preciso ser criativo para não apagar a chama da relação, é importante que o casal busque conquistar e cultivar o interesse pelo outro.

A pessoa pode ter dificuldade para encarar esses desafios, ficando assustada ou irritada quando não consegue resolver os conflitos. Nesse momento, ela pode tentar esquecer os problemas com “ficadas” sem compromisso. Tenta anestesiar as próprias emoções nas relações extraconjugais. Em vez de encarar as próprias dificuldades, a pessoa foge da realidade e das responsabilidades que o relacionamento amoroso necessita. A infidelidade cria ilusão da pessoa fugir dessa realidade, tendo o prazer sem decepções ou críticas. Na ficada descompromissada (infidelidade) não tem a “parte ruim”, o desgaste do dia a dia, ou a necessidade de enfrentar os conflitos com o outro. A pessoa busca o simples prazer e / ou o sexo sem compromisso. Mas os problemas continuam lá, às vezes crescendo e parecendo ainda maiores. É interessante refletir:

  • Por que busco a relação extraconjugal? O que quero encontrar ou será que estou fugindo? Quero vingança?
  • O que sinto pelo meu parceiro (namorado / esposa)? Qual o meu interesse por ele (a)? Como está a comunicação do casal? Sinto atração sexual por ele (a)?
  • Será que a infidelidade vai me ajudar ou prejudicar? Será que é essa a solução para os problemas com meu companheiro (namorada / marido)?

É importante a pessoa saber o que quer. Todas as relações têm momentos de dificuldades. Mas quando o casal consegue superar as dificuldades, abre portas para muitas coisas boas, como a cumplicidade, companheirismo (exemplo: alguém estar ao seu lado nos momentos ruins ), amadurecimento emocional, … Caso a pessoa não entenda bem o que ela deseja, esteja confusa na sua relação amorosa, é importante o acompanhamento com o psicólogo.

OBS: O texto cabe aos casais que fazem acordo da relação ter apenas um parceiro.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome