Algumas amizades tem prazo de validade? / Motivos que levam amizades a acabarem

Cada amizade tem a sua particularidade. Existem aquelas amizades para sair e comemorar momentos. Tem aquelas que são mais próximas em determinadas épocas e fases de vida (por exemplo: amigos de faculdade). Tem ainda aquelas amizades de infância… enfim, existem vários tipos de amizades.

É natural que aconteçam distanciamento de algumas amizades em diferentes fases e mudanças de vida. Por exemplo:

  • Transição da infância para adolescência, ou adolescência para vida adulta;
  • A chegada dos filhos;
  • Mudanças de trabalho ou de cidade;
  • Novas experiências na vida, levando a novas reflexões, reformulando formas de ver o mundo e a vida…

As pessoas mudam e se renovam durante os anos, dessa forma muitas amizades deixam de ter afinidades ou ritmo de vida em comum. O rumo e as “necessidades” da vida de cada um passam a ser diferentes. Novos acontecimentos fazem a pessoa mudar o seu ponto de vista e os seus objetivos de vida, nesses momentos é comum ela avaliar e escolher caminhos diferentes de alguns amigos, ocorrendo um distanciamento natural, inconsciente e espontâneo.

Assim, é normal  os amigos se encontrarem menos quando os interesses se tornam muito diferentes. A amizade pode continuar, mas o convívio e a freqüência que se visitam costuma diminuir, não sendo igual ao que era quando tinham mais coisas em comum.  Respeitar as diferenças e as transições da vida de cada um faz parte da amizade.

As decepções também podem entrar no motivo desse distanciamento. Às vezes a relação estava “desgastada”: não havia mais intimidade para dizer o que incomodava; havia falta de respeito ou invasão de espaço; ou ainda porque os interesses, formas de pensar e agir ficaram muito diferentes, criando desconforto entre as pessoas.

Nem sempre as pessoas vão concordar ou pensar de forma parecida. É negativo quando os amigos conversam se atacando ou provocando um ao outro. Os amigos não têm que compartilhar das mesmas ideias ou sentimentos. É importante preservar a individualidade de cada um. Mas o respeito e a flexibilidade entre os amigos é fundamental.

É preciso reavaliar a amizade quando existe agressão ou tensão. Nem sempre bons amigos do passado, serão bons amigos no presente. Se a pessoas sente que a amizade foi muito boa em outra época, mas que agora não tem mais espaço para essa relação, talvez seja a hora de refletir se esse distanciamento não precisa ser permanente.

Quando a pessoa não sabe se a amizade está fazendo mais mal do que bem, ou então quando ela não consegue superar o distanciamento de um amigo, é interessante buscar o acompanhamento com o psicólogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome