Será que sou uma pessoa que depende dos outros? /Características da dependência emocional e dicas para se tornar mais segura

Muitas vezes a pessoa não consegue ficar sozinha porque não quer lidar com suas dores emocionais, não quer escutar os seus sentimentos. Ela tenta fugir de si mesma, tenta se esconder daquilo que a machuca. 

Acredita que se sentirá mais segura e feliz se tiver alguém sempre ao seu lado. Mas não é bem isso que acontece. Fica cada vez mais dependente. Deixa as suas vontades de lado e programa o seu dia a dia em função dos outros. Gasta toda sua energia para estar com o outro, não sobrando forças para lutar por si. Isso pode acontecer por:

  • Falta de autoconfiança
  • Medo de ser abandonada
  • Dificuldade de expressar as próprias vontades e necessidades

Preocupa-se muito com o que os outros pensam, tornando-se submissa. Por se sentir desvalorizada e incapaz, acaba pedindo para os outros decidirem coisas importantes por ela. Mas mesmo dando essa liberdade para os amigos ou familiares, às vezes a pessoa se sente invadida com os “pitacos” que eles dão. Ela não percebe que também invade o espaço do outro quando o solicita constantemente e o responsabiliza pelos seus problemas ou pela sua felicidade.

Acha que o outro pode preencher o seu vazio, que pode salvá-la, curar os seus traumas e suas angústias. Ele pode tentar ajudar, mas só a própria pessoa poderá cicatrizar as suas feridas e poderá preencher as suas faltas emocionais.

É importante se fortalecer. Formas de conseguir isso / Dicas:

  • Resgate a sua própria individualidade, sinta-se capaz de conviver consigo mesma. Assuma a responsabilidade pelo seu próprio bem estar, por tornar a sua vida melhor.
  • Faça as pazes consigo mesma, acolha os seus sentimentos, aprenda a se curtir fazendo atividades prazerosas (sozinha) pelo menos uma vez por semana.
  • Conheça o seu próprio valor, suas qualidades. Descubra quem você é, o que deseja, quais são suas necessidades e os seus limites;

É necessário a pessoa ter consciência de que apresenta esse comportamento dependente, percebendo o que a leva a querer sempre estar ao lado de alguém. É fundamental o acompanhamento com o psicólogo  caso ela não consiga superar essa dependência e carência emocional .

1 COMENTÁRIO

  1. MUITAS VEZES ME SINTO INFERIOR PELA MINHA CONDIÇOES FINANCEIRAS , O MEU MARIDO ME DEIXOU CRIEI MINHA FILHA SOZINHA HOJE FAZ FACULDADE DE MEDICINA , MUITAS VEZES FICO COOMO UM AVESTRUZ COM O BICO NO BURRACO SEMPRE QUERENDO ME ESCONDER.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome