“Me preocupo e sofro com as coisas do dia a dia” / Descubra como não gastar energia com o que não vale a pena

Muitas vezes a pessoa gasta suas energias com situações ou alguém que não vale a pena. Fica preocupada com questões que não dependem dela ou ainda que não aconteceram e talvez nem aconteçam, remoendo pensamentos que não a acrescenta em nada de positivo. Ao agir dessa forma, sente irritação, tristeza ou angústia, perdendo a oportunidade de investir em algo bom e produtivo para sua vida.

É comum que essa pessoa frequentemente leve os acontecimentos de sua vida muito a “ferro e fogo”, ou seja, de forma mais “pesada” e tensa. Ela perde o seu tempo sofrendo por coisas que não precisa. Sacrifica o seu bem estar olhando para a direção errada. Em vez de olhar para a solução ou como poderia melhorar, foca no problema (que na verdade, às vezes nem existe), não conseguindo sair desse ciclo vicioso de negativismo.

É inevitável, sempre haverá problemas, gente difícil de se relacionar ou mágoas e traumas para superar, mas isso não quer dizer que a pessoa precise gastar toda a sua energia com essas questões. É preciso lidar de forma mais leve. Encontrar formas de administrar e enfrentar esses conflitos sem que eles dominem as emoções e a mente da pessoa.

Por isso é importante entender o que causa esse desgaste emocional. Refletir é um bom começo:

  • Que diferença isso faz na sua vida? Essa situação ou pessoa com quem você está gastando energia pode te ajudar em algo? O que ela representa para você?
  • Por que você se esforça, investe e insiste em alguém, em pensamentos ou comportamentos que não te faz bem? Será que isso tem relação com a sua história de vida? O que é seu nisso tudo?
  • Por mais estranho que a pergunta possa parecer, pense: será que você tem algum tipo de ganho se dedicando a essa situação? (por exemplo: Ser vítima da situação, e assim receber algum tipo de atenção. Ou então não ter que olhar para os problemas que dizem respeito a você, ao seu comportamento…)

A pessoa vai se desgastar muito se ficar constantemente remoendo sentimentos negativos. Isso a paralisa e a deixa sem forças para lutar por aquilo que realmente vale a pena. Por isso é fundamental entender o que causa essas preocupações, para assim interromper essa auto-sabotagem e aprender com esses conflitos.

É preciso recarregar as energias, usar o seu tempo para aquilo que possa te fazer bem, que possa te ajudar a superar suas limitações ou lidar com elas de forma mais assertiva. É essencial saber diferenciar e reconhecer quando É ou NÃO É interessante se preocupar ou se esforçar por algo. Um jeito de perceber é avaliando a qualidade de seus pensamentos, das suas relações e dos seus comportamentos diante dos conflitos.

Que tal gastar energia consigo mesmo, com aquilo que te faz bem! Quando a pessoa se consome e fica sem energia desnecessariamente, é indicado o acompanhamento com o psicólogo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu conclui o ensino médio ano passado, porém com muitas falhas. Agora no cursinho, estou enfrentando muita dificuldade. Sempre tento prestar atenção ao máximo nas explicações, mas na hora da pratica me sinto com um passo atrás dos meus colegas de classe. Não consigo interpretar as questões sozinha mesmo o professor explicando similares e qualquer coisa me tira do foco, me tira a atenção. Eu penso q aprendi em sala, reviso pra tentar resolver questões e simplesmente me dá um “branco”. Já tive problemas na terceira série do ensino fundamental e até hoje não corrigi esse problema…. Terminei o médio e não consigo fazer contas básicas! depois desse cursinho estou tendo muitos transtornos, uma hora estou bem outra hora estou muito estressada, todos estão reclamando. Preciso de ajuda!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor informe seu nome